Vem aí mais ajustes no leiaute do bloco M da EFD-Contribuições

Foi publicado no site do Sistema Público de Escrituração Fiscal – SPED, que uma série de alterações no leiaute do Bloco M estão sendo providenciadas ainda para esse ano. Com as mudanças, será possível a comprovação de todos os valores que compõem ou não a base de calculo consolidada das referidas contribuições. A falta dessa possibilidade era fruto de muitos questionamentos realizados

Vem aí mais ajustes do leiaute do bloco M da EFD-ContribuiçõesAs adequações do bloco que cuida Apuração do PIS/Pasep e da Cofins no período atendem os anseios do órgão em ter mais controle das informações dificultando o risco de fraude, além de trazer mais segurança jurídica para os contribuintes.

Confira o que vai mudar no leiaute do Bloco M da EFD-Contribuições

1. Criação de novos campos nos registros M210 (Apuração do PIS/Pasep no período) e M610 (Apuração da Cofins no período), para escrituração de ajustes na base de cálculo mensal consolidada, de valores que não estejam individualizados nos documentos fiscais da escrituração, escriturados nos Blocos A, C, D, F e I; e

2. Criação dos registros M215 (Detalhamento dos ajustes da base de cálculo do PIS/Pasep) e M615 (Detalhamento dos ajustes da base de cálculo da Cofins), para a demonstração analítica dos valores totais de ajustes na base de cálculo mensal, informados nos novos campos dos registros pai M210 e M610.

O novo leiaute e as correspondentes regras encontram-se detalhados no arquivo de alterações do leiaute da EFD C, para vê-lo clique aqui. Ele será objeto de construção e implementação já no Programa Gerador da Escrituração (PGE da EFD-Contribuições), que será lançado ainda neste ano de 2018.

Fonte: SPED/RFB